Como criar um Planejamento de Comunicação

O Planejamento de Comunicação é uma ferramenta essencial para nortear o relacionamento de uma marca com seu público. Saiba mais sobre a criação de um Planejamento de Comunicação para o ambiente digital.

O que é um Planejamento de Comunicação?

Um Planejamento de Comunicação é um documento que auxilia na condução dos canais de comunicação de uma marca. Ele apresenta argumentos e conceitos relacionados a contextos sociais, de consumo e de mercado para embasar as decisões estratégicas da comunicação institucional.

O documento também traz resultados de pesquisas, personas e sugestões de linhas editoriais que guiarão os profissionais responsáveis pelos canais de comunicação da empresa. Ajuda também a alinhar o planejamento estratégico da marca, seus objetivos a médio e longo prazo, bem como as expectativas da área comercial com as ações de comunicação.

Quando você vai precisar de um Planejamento de Comunicação?

O Planejamento de Comunicação é necessário quando uma marca inicia ou amplia seus esforços para alcançar seu público, comumente para gerar melhores resultados de negócio. Ele precede qualquer outra ação na esfera da comunicação institucional (criação de sites, gestão de redes sociais e de outros formatos ou canais).

Onde contratar a criação de um Planejamento de Comunicação?

Um Planejamento de Comunicação deve ser criado por profissionais da área de Comunicação que tenham facilidade de relacionar contextos, analisar os objetivos da empresa e entender a perspectiva do público com marcas e ações comerciais. Agências de Comunicação, Marketing e Publicidade contam com equipes multidisciplinares e têm muito a oferecer a empresas que precisam de um bom Planejamento de Comunicação. É possível, também, encontrar profissionais que atuam de maneira autônoma e prestam esse serviço.

Como iniciar um Planejamento de Comunicação

Identifique onde sua marca está agora

Se sua empresa está iniciando a atuação, é possível que você precise de alguns itens essenciais, e um dos mais relevantes é a identidade visual (da qual o logotipo é o representante maior). Ter uma identidade visual já definida vai ajudar na criação do Planejamento de Comunicação e trazer alguns insights interessantes.

Se sua empresa já tem identidade visual mas ainda não tem um site, esse é o melhor momento para fazer o Planejamento de Comunicação, pois a atuação no ambiente digital será desenhada corretamente desde o início.

Uma terceira situação bem comum é a necessidade do Planejamento de Comunicação aparecer quando a marca já está presente nas redes sociais, porém, sem uma estratégia definida. Com poucos resultados e constantes investimentos sem retorno, é o momento de parar e analisar como dar novos passos com mais confiança.

Analise os seus concorrentes

Busque informações sobre como os seus concorrentes estão se posicionando em seus canais de comunicação digitais. Isso ajudará a ter uma perspectiva mais interessante do cenário. Verifique: sites, redes sociais, notícias, eventos e outras formas de comunicação institucional que podem ser acessadas pela internet. Analise o tipo de tom que essas marcas concorrentes escolheram para conversar com seus públicos: tom de voz, cores, forma de anunciar os produtos e até como respondem às interações dos consumidores.

Analise, também, como seus concorrentes se posicionam sobre assuntos que estão em alta no momento: contextos políticos e sociais, celebridades, temas artísticos ou relacionados ao negócio de maneira indireta. As marcas aproveitam as tendências para atrelar sua marca ou se mantêm neutras e focadas nos próprios projetos?

Perceba como os produtos e serviços são apresentados: de uma maneira mais formal ou com uma linguagem mais solta? A comunicação é diferente de um canal para outro (site, Facebook, Instagram) ou se mantém com uma mesma unidade?

Analise do ponto de vista do investimento financeiro: há anúncios patrocinados e campanhas publicitárias nos canais? Atualmente, há centenas de ferramentas que ajudam a coletar dados sobre performance dos seus concorrentes em plataformas de anúncios como o Google Ads e Facebook Ads, entre outros.

Olhe para dentro de casa: o que sua marca já faz?

Na hora de criar um Planejamento de Comunicação, uma das perguntas elementares é: o que a sua empresa já fez em termos de Comunicação Digital (ou Marketing Digital)? Já houve investimento em redes sociais? Há um orçamento disponível ou que poderá ser disponibilizado para o crescimento dos canais digitais? Quem está à frente das estratégias de comunicação? Quais testes já foram realizados? Você já tentou investir em anúncios pagos do Google, por exemplo? Se sim, qual foi o método adotado para a escolha das palavras-chave, qual valor foi investido e qual foi o resultado? Liste as ações, percepções e resultados quantificáveis. Estabeleça períodos de comparação entre períodos para facilitar a análise.

Avalie essas ações realizadas em função do planejamento estratégico da empresa: elas representam um esforço que está muito abaixo do resultado esperado? Ou o investimento tem sido alto, porém, sem retorno?

Pergunte-se: o que é SUCESSO para a minha marca nas redes sociais? E como ele poderá ser medido?

Esse é um momento fundamental para alinhar o que se espera do serviço de Comunicação Institucional, alinhando as ações com questões e pontos estratégicos da empresa. É muito importante ter ciência que uma marca que está iniciando a construção de sua identidade poderá levar um tempo maior para conquistar engajamento do que outra que está há alguns anos fazendo um trabalho constante nos canais online.

Para manter a clareza para a equipe interna e os gestores, defina um objetivo geral para a Comunicação nos canais online. Alguns exemplos: ampliar a base de seguidores que estejam dentro do público-alvo da marca; gerar conversas a partir de posts; gerar acessos ao site; demonstrar os benefícios de um produto ou serviço e, por fim, apoiar a área comercial na geração de leads ou venda direta. É importante lembrar que, juntamente com os objetivos, as métricas de sucesso também ajudarão a entender o progresso do trabalho ao longo do tempo. Estabeleça pelo menos três métricas e explique por que elas fazem sentido no contexto do Planejamento de Comunicação.

Pense em seu público: quem é, onde está e como se comporta?

Gestores e fundadores da empresa podem trazer informações básicas sobre quem é o público da marca, mas também é possível obter dados por meio de pesquisa em redes sociais e outras ferramentas online. Organizações especializadas em pesquisa de mercado podem ser consultadas nesse momento.

Caso sua marca já conte com redes sociais ativas, busque insights das próprias plataformas sobre o público que está presente nelas.

Avalie a voz de comunicação da sua marca

A voz de uma marca é a representação da personalidade da sua empresa. Ela está presente em todos os pontos de contato com seu público, e um dos esforços da Comunicação Institucional é torná-la uniforme, espontânea e próxima de quem está do outro lado, seja numa ligação telefônica, no site, em um evento corporativo ou no ponto comercial. Esse tom de voz pode ser criado, mas deve ser coerente com os valores da empresa e também deve refletir a própria cultura interna.

Estabeleça os canais que serão utilizados e a linha editorial

Ter muitos canais mas com conteúdos incoerentes ou baixa frequência de atualização é ruim para qualquer marca. Opte pelos canais que mais fazem sentido para seu público, e, se necessário, comece com apenas um deles.

Planeje os primeiros conteúdos

Com a linha editorial definida, bem como os canais que serão utilizados, é hora de pensar nos primeiros conteúdos. Verifique tudo o que foi pesquisado e descrito no Planejamento de Comunicação e alinhe com as demandas da empresa para os próximos meses. Conversando com gestores da área comercial, você poderá identificar quais produtos ou serviços devem ganhar destaque na comunicação da marca.

Verifique se há datas importantes relacionadas ao seu público, produto ou serviço que possam servir de gancho para gerar conversas positivas com seu público. Datas comemorativas clássicas, como Dia das Mães ou Dia dos Namorados, por exemplo, podem ser o gatilho para conteúdos promocionais.

O Calendário Editorial é um guia que ajudará você a pensar em datas e contextos nos quais os conteúdos que você planejou farão mais sentido para a marca e para o público.

Especifique, no Calendário Editorial, qual canal receberá que tipo de conteúdo, por data. Apresente, também, uma amostra de conteúdo, ou seja, os primeiros posts, com artes gráficas e textos completos, mostrando como eles ficarão aplicados aos canais específicos (blog, Facebook, Instagram, etc).

Aprove o Planejamento de Comunicação e dê início às ações previstas

O Planejamento de Comunicação é uma ferramenta estratégica e para que sua execução seja feita da melhor maneira, é essencial contar com o apoio dos gestores da empresa.

O início das ações previstas envolve coordenar esforços para que os conteúdos sejam publicados nas datas planejadas, além de monitorar resultados e acompanhar o retorno do público em cada canal. Lembre-se de que a regularidade é um critério extremamente importante quando se trata de comunicação via redes sociais. Vale a pena investir recursos financeiros e tempo para manter a comunicação constante e bem atualizada.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *